Gestao de MudancasA gestão de mudanças (change management) é tema relativamente novo no Brasil e atua diretamente na estrutura da empresa levando-a de uma situação tradicional para uma situação desejada, com base em novas estratégias.

A maioria das mudanças estruturais ocorre de cima para baixo (top down), e as organizacionais (cultura), não geram os efeitos esperados e somos surpreendidos com algo completamente diferente do que se gostaria, isso ocorre porque mudanças tradicionais são focadas somente em redução de custos. Nossa expertise visa aderir os resultados estratégicos da empresa alinhados com otimização de custos, isso significa melhores resultados e colaboradores engajados.

“É impossível progredir sem mudança, e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada”.

George Bernard Shaw

Há dois componentes relevantes para uma empresa inovar e mudar: liderança que perceba o momento certo e os mecanismos de gestão. É neste contexto que nos inspiramos através da metodologia LaMarsh, incorporando conceitos, técnicas e ferramentas no nível organizacional, centralizando em pessoas que precisam mudar. O modelo promove 5 (cinco) fases de mudança:
identificação, preparação, planejamento, implementação e sustentação.

 “Como fazer as pessoas mudarem?
Não é por meio de estratégia, estrutura, cultura ou sistema.
Tudo isso é importante.
Mas o núcleo da questão envolve uma mudança de comportamento,
e ela só ocorre quando se fala ao coração das pessoas”

  John Kotter

Ainda dentro do ambiente de mudança organizacional, é necessário Identificar as causas frequentes de dificuldades em projetos de mudanças considerando a análise do estado atual e do desejado em suas quatro dimensões: Cultura, Estrutura, Processos e Pessoas.

gest 1A partir da análise do atual e do desejado, é possível definir com objetividade as mudanças requeridas nessas quatro dimensões, e identificar as pessoas chaves para o processo de mudança, as quais podem desempenhar um ou mais papéis no processo.

As pessoas podem ser o alvo das mudanças, podem ser agentes e/ou podem ser patrocinadoras das mudanças. Cada um desses papéis impõe responsabilidades bem definidas e a preparação dos indivíduos para os seus papéis precisam ser avaliadas cuidadosamente.

“Nenhuma mudança pode ser efetiva e sustentável se não acontecer dentro de cada indivíduo. Cada indivíduo precisa escolher mudar”. São analisadas também as influências que a cultura e o histórico de mudanças já sofridas pela organização podem ter sobre as novas mudanças requeridas. Uma especial atenção é dada às resistências previsíveis contra as mudanças e formulado um plano de ação para endereçá-las.

A metodologia LaMarsh focaliza em três instrumentos principais para ajudar as pessoas a decidir pela mudança :

    - Comunicação  
     
    - Aprendizado

    - Reconhecimento e Recompensa

Por fim, nosso foco está no legado transformacional, através de técnicas e experiências, apoiando o empresário na concretização de um novo cenário proposto. Resultado em um ambiente propício, moderno e desafiador. Consequentemente, gerando melhores resultados.

(...)  Quando as pessoas se sentem como vítimas, a sua
tendência natural é resistir à mudança. Isso, evidentemente,
resulta no atraso das mudanças, na sua implementação parcial
ou na falha completa. E, cada vez que isso acontece, os
funcionários aprendem uma lição importante: Cuidado, lá vêm
eles de novo, é hora de resistir.”

Jeanenne LaMarsh, in “Change Better”
Abaixo alguns projetos destacados:

projeto1projeto3gest link data